BLOG DEIXA ARDER INATIVO

A Equipe do Blog Deixa Arder anuncia que o blog está temporariamente inativo. Infelizmente, devido a projetos pessoais inevitáveis e por ora mais importantes, nenhum membro da equipe tem condições de manter o blog atualizado. Pedimos desculpas a quem nos acompanha.

SENSACIONALISMO NA TV

| domingo, 10 de maio de 2009

Por Ramon Cotta
email: ramon_cotta@hotmail.com

Ontem véspera do dia das mães, liguei a minha televisão e deitei na cama. Estava passando o programa Show da Gente, do Netinho no SBT, que ao contrário de muita gente acho forçado e não entendo porque Sílvio Santos o contratou com tanta gente boa no próprio SBT sem um trabalho no ar. Netinho não me passa nenhuma verdade: Ele agrediu a ex-mulher, deu um tapa no repórter Vesgo e prega paz e respeito em frente às câmeras. Vem com o papo 'sou da COHAB e negrão'. Não tem nenhum problema assumir o que é, mas tocar sempre nesse assunto fica chato. Quando brigou com o repórter Vesgo no Pânico na TV, Netinho disse que não queria que o programa de humor brincasse com a 'sua gente', referindo aos negros. O preconceito já começou pelo próprio apresentador. Negro, branco, heterossexuais, homossexuais são todos 'gente'. Pessoas, filhos de Deus. Não suporto gente que ver preconceito em tudo. É complexo de inferioridade. As cotas de negro só prega preconceito e separação dos grupos, isso entrarei em questão nas próximas edições desta coluna. Mas voltando ao caso programa do Netinho. O pagodeiro falava que ia receber no seu programa a mãe da menina Eloá e Érica a mãe da garota que morreu quando o pai pegou um avião, junto com a menina e se suicidou. Netinho criticou o modo que a imprensa tratou esses assuntos, dizendo que a mídia foi sensacionalista. Ok, até aí concordei com o apresentador e esperei a entrevista. No fundo tocava uma música dramática e o texto que o Netinho leu que fazia qualquer pessoa chorar. E fez chorar. Garotas da plateia choravam e todo hora no vídeo uma menina era escolhida para ser mostrada no ar. O apresentador começou uma entrevista com as mães que perderam as filhas por meio da violência. Numa parte, Netinho pediu um copo de água, derrubou algumas lágrimas, pra mim não convenceu. Logo após, o negrão pediu para as mães olharem para o telão, onde apareceram imagens das garotas, das filhas que não estão mais com elas na terra. O apresentador fez mais um discurso, leu uma poesia e recebeu no palco Padre Marcelo Rossi. Ali na minha cama tinha acabado de ver mais uma cena sensacionalista num programa da tv. Foi bizarro. Foi ridículo, Foi desumano. Foi querer dá ibope usando o sofrimento das pessoas. Pretendo atuar na área de jornalismo na TV, mas espero nunca me prestar este tipo de atração barata. Não vou querer apenas explorar o sofrimento, e sim fazer o sofrimento virar uma nova vida feliz para as pessoas. Não apenas mostrar a tragédia, ajudar depois. Jornalista além de informar tem que fazer a diferença. Tem que ser mais humano do que ser frio. Não sou radical também dizendo que guerras e violências não devem ser mostradas na tv. A realidade deve ser exibida sim sem censura. Patrícia Poeta consegue entrevistar Ana Carolina, mãe da Isabela sem ser fria e sem abusar do sofrimento alheio. Tudo tem seu limite. Que dó que tenho da mãe da Elóa, aquela mulher perdeu o sentido de viver. Suas expressões, o olhar para chão mostram que ela não superou esse trauma até hoje, e não vai superar. A imprensa abusou do caso da Elóa, elevaram seus índices de ibope, exibiu milhões de vezes a última imagem da garota viva na janela. No enterro da garota estavam lá, todos da mídia fotografando o caixão branco da menina de apenas 15 anos, enquanto a mãe pensava na filha morta, no filho ainda vivo que teria que cuidar e no marido que estava fugindo da polícia. Depois que a garota foi enterrada simplesmente a imprensa sumiu. A tragédia acabou. Mas começava outra tragédia na vida de uma mãe. O Fantástico já entrevistou duas vezes a mãe da garota Isabela, mas e a mãe da Eloá? Ok, vamos admitir que o crime da pequena garota ocorreu num bairro nobre e da Eloá num bairro pobre. Para imprensa e muitas pessoas, o rico não pode sofrer, o pobre já nasce sofrendo. Senti pena dessas mães, e senti nojo da imprensa exploradora que faz da tragédia um show.

'Pra Terminar': Ao iniciar seu discurso durante a inauguração da estação ferroviária em Indubrasil (MS), o presidente Luiz Inácio Lula da Silva cumprimentou as autoridades presentes e também a ex-big brother Priscila Pires, presente ao evento. Sob aplausos da platéia, Priscila foi à frente do palco e posou para fotos ao lado de Lula. A ex-BBB, que é natural de Campo Grande, acompanhou a cerimônia no palanque. FonteG1. Quando eu imaginaria que um ex participante do BIG BROTHER iria estar no mesmo espaço de um presidente da república? Poderia imaginar qualquer um, menos a princesa do Bial e Boninho. Se o Brasil e a Rede Globo acharam a participação da Pri um exemplo, pra mim não foi. E espero que não seja nem para minhas filhas e amigas. Era vulgar e fácil. Apenas isso. Na edição global ela mostrava bonito, uma mulher guerreira. Pra quem acompanhava ao vivo conheceu outra Pri. Se ela fosse tão inteligente quanto Bial já chegou a dizer, estaria aproveitando as portas abertas que tem na Globo para mostrar serviço, já que é formada em jornalismo. E não para exibir usar o seu corpo e pronto.


Concordando ou não, DEIXA ARDER!

3 comentários:

Anônimo disse...
20 de janeiro de 2010 03:24

você tem um longo caminho repleto de sucesso pela frente com o jornalismo, icrível a crítica feita, em cada palavra, expressão e argumentação usada.
parabéns,

fernanda

Blog de Adalgiso a paz de Deus esteja com todos nós! disse...
4 de maio de 2010 15:12

O QUE EU VEJO,É TODOS PROGRAMAS DE TV PRATICANDO A MESMA COISA QUE NETINHO FAZ,TALVEZ ATÉ POIR, EU NÃO SEI PORQUE ESSA INDIGNAÇÃO CONTRA O NETINHO E SOBRE O VESGO DO PÁNICA, O NETINHO AGIU CERTO, PORQUE O PÁNICO USA O HUMOR PARA MENOSPREZAR AS PESSOAS, OUVE PRECONCEITO SIM CONTRA O TIOZINHO NEGRO NA QUELA ÉPOCA, E OUTRA COISA ELE AGIU COM PRECONCEITO MESMO. SOBRE PROGRAMA DE TV NÃO É SÓ O DO NETINHO NÃO, AS OUTRAS TAMBÉM FAZ A MESMA COISA, TV PRA MIM É A CULTURA O RSTO É PIADA!!!

Anônimo disse...
28 de maio de 2010 18:24

Muito bom,meus parabéns !
esquerendo criar um blog,escrever crônicas.
Sou muito espontânea e falo oque penso.

Postar um comentário